06/09/2006

Verso reverso

Queria entender o processo do desgostar, não sentir mais falta, não se importar, num tá nem aí com a cor da chita.

O que era perto vai ficando longe
.
longe
.
.
.
longe
.
.
.
.
.
longe
.
.
.
Chega uma hora em que a vista não alcança mais o que o coração já não vê há muito.

Deve ser do mesmo jeito o processo do gostar - só que ao contrário.

3 comentários:

maria claudia disse...

maria,
eu vim aqui pra dizer que não é a primeira vez que venho.
só agora resolvi comentar.
adoro e acompanho, viu?
e esse post aí é de arrebentar, tapão na cara mesmo.
lindo.
beijocas

Eliane disse...

aí, ai... só eu sei!

beijos

Sony disse...

Bom mesmo é quando o "longe" fica tão longe que você não consegue enxergar nem o "e". Eita que maravilha.

Saudades, xerin